Posts Tagged "saúde"

Quem nunca parou em frente à prateleira de escovas de dentes no supermercado ou na farmácia e ficou se perguntando o que levar em consideração na hora de escolher um modelo para comprar?

De acordo com o artigo do Dr. Ricardo Jahn, cirurgião-dentista, para a revista Saúde, a principal recomendação é utilizar escovas de cabeça pequena, com cerdas macias, finas ou cônicas, e que tenham uma boa concentração de cerdas por tufo.

Separamos alguns diferenciais de cada escova:

– As cerdas mais macias são menos agressivas às estruturas dos dentes e da gengiva;

– Os modelos que contam com entufamento de milhares cerdas proporciona uma escovação eficiente, com risco menor de danificar as mucosas da boca;

–  As cerdas cônicas são mais firmes do que as macias convencionais. Essas contam com pontas afiladas, que faz com que o contato com dentes e gengiva fique mais suave;

– Há ainda cerdas de origem natural, que são produzidas com pelos de animais ou vegetais, como o bambu. Para esse modelo vale a atenção já que pode ocorrer a colonização bacteriana nas próprias cerdas.

Com essas dicas ficou mais fácil escolher sua próxima escova?

Fonte: Revista Saúde

Quando se inicia uma dieta ou uma mudança de hábito alimentar, ao pesquisar opções nas prateleiras do supermercado, vemos itens considerados lights, como peito de peru e a bolacha integral, e imaginamos que são saudáveis, certo?

Na verdade, não são! Ao analisar o rótulo desses produtos é possível verificar a presença de conservantes, corantes, excesso de gordura hidrogenada, açúcar e sódio. Todos esses itens podem trazer consequências negativas à saúde. O excesso de glutamato monossódico, presente no peito de peru, por exemplo, está relacionado ao aumento da pressão arterial, resistência à insulina, obesidade, entre outros.

Fique de olho nos rótulos! Dá para saber se o alimento é ultraprocessado pelas informações contidas ali. Confira outros alimentos que integram a lista:

Embutidos (como presunto e peito de peru)

Biscoitos e/ou bolachas integrais

Barra de cereal

Sopa instantânea

Pão de forma light

Suco de caixinha

Chocolate diet

Pipoca para micro-ondas

Farinha láctea

Fonte: Saúde Brasil

Uma boa noite de sono traz diversos benefícios à saúde. Dentre eles, a fixação de aprendizados e de memórias. A nova descoberta de cientistas liderados pelo pesquisador israelense Lior Appelbaum foi publicada no periódico Nature Communications e aponta para mais uma vantagem de dormir bem: a reparação de pedaços fragmentados de DNA.

O estudo analisou os organismos de diversos peixes-zebra e concluiu que quando estavam acordados, a reparação do DNA acontecia, mas os danos ocorriam em ritmo superior ao conserto. Já durante o sono, a restauração compensava a quebra de material.

De acordo com o pesquisador, quando estamos muito cansados, os neurônios acumulam um ‘estrago’, o que dá um sinal ao cérebro para ir dormir para ‘consertar’ o que foi feito. Agora, o próximo passo do estudo é replicar o teste em ratos para saber se isso também se aplica aos mamíferos.

Fonte: Revista Veja

Não só combinam como a inovação vai beneficiar pacientes com insuficiência cardíaca, que podem contar com aparelhos conhecidos como corações artificiais. Esses equipamentos ajudam a garantir o bombeamento adequado do sangue. A solução irá beneficiar quem não tem tempo para esperar um transplante ou apresenta contraindicações, como idade superior a 65 anos.

A terceira geração do HeartMate3, aparelho aprovado em agosto de 2017 pela Food and Drug Administration (FDA), a agência reguladora americana, foi implantado num brasileiro no ano passado. O aparelho não substitui o coração, mas o ajuda a bombear o sangue para o corpo. O dispositivo assume o papel do ventrículo esquerdo. É implantado na altura do tórax acoplado ao coração, porém, o ponto negativo é que o paciente precisa se adaptar a conviver com partes instaladas fora do corpo: o controle geral do equipamento e duas baterias externas.

Estima-se que trinta mil brasileiros apresentem insuficiência cardíaca. É a tecnologia salvando vidas!

Fonte: Revista IstoÉ

Positiva Administradora de Benefícios: Copyrights ©2018