Category "Tecnologia"

A tecnologia faz parte das nossas vidas e do nosso dia a dia. Na saúde ela sempre esteve presente e é uma aliada em diversos tratamentos, diagnósticos, entre outros. Mas a novidade agora é saber como profissionais do setor podem criar uma conexão com seus pacientes e melhorar a relação com as novas ferramentas de comunicação.

Hoje já é possível realizar consultas por telefone, as chamadas teleconsultas, em alguns casos trocar e-mails, mensagem de texto, voz e imagem com os especialistas. Vale ressaltar que as orientações online são permitidas desde 2002 e essa prática faz com que médicos e pacientes ganhem tempo e confiança um no outro.

Outra tecnologia utilizada na saúde é a Inteligência Artificial, com ela é possível auxiliar o diagnóstico e eleger o melhor tratamento e, com isso, gerar uma economia de tempo, que poderá ser revertida em maior proximidade na relação do médico com seu paciente.

De acordo com Jimmy Cygler, presidente institucional da Proxismed, nenhuma tecnologia jamais substituirá as relações humanas e tudo que elas constroem.

Fonte: Revista Saúde

Médicos cirurgiões e robôs trabalhando juntos, isso já é realidade em vários centros médicos espalhados pelo nosso país e no mundo. No Brasil, um ano atrás, robôs já realizavam 10 mil procedimentos por ano.

O médico cirurgião comanda o robô de dentro de uma cabine. Há controles manuais, painéis e pedais. A câmera amplia as imagens de dez a 15 vezes, que são exibidas em 3D na tela da cabine.

Outra curiosidade é que o robô conta com quatro braços. Enquanto um filma e leva as imagens à cabine, os outros três trabalham na operação. Os braços robóticos têm habilidades impossíveis à mão humana, e são extremamente precisos: um movimento do médico é replicado em uma escala cinco vezes menor pela máquina.

Essa diferença é importantíssima para a precisão da cirurgia e também para o conforto do cirurgião! É a tecnologia a favor da saúde.

Fonte: Revista Superinteressante

Não só combinam como a inovação vai beneficiar pacientes com insuficiência cardíaca, que podem contar com aparelhos conhecidos como corações artificiais. Esses equipamentos ajudam a garantir o bombeamento adequado do sangue. A solução irá beneficiar quem não tem tempo para esperar um transplante ou apresenta contraindicações, como idade superior a 65 anos.

A terceira geração do HeartMate3, aparelho aprovado em agosto de 2017 pela Food and Drug Administration (FDA), a agência reguladora americana, foi implantado num brasileiro no ano passado. O aparelho não substitui o coração, mas o ajuda a bombear o sangue para o corpo. O dispositivo assume o papel do ventrículo esquerdo. É implantado na altura do tórax acoplado ao coração, porém, o ponto negativo é que o paciente precisa se adaptar a conviver com partes instaladas fora do corpo: o controle geral do equipamento e duas baterias externas.

Estima-se que trinta mil brasileiros apresentem insuficiência cardíaca. É a tecnologia salvando vidas!

Fonte: Revista IstoÉ

Positiva Administradora de Benefícios: Copyrights ©2018