Category "Bem Estar"

O prato típico da maioria dos brasileiros é constituído por arroz, feijão e carne vermelha. Você tem observado quanto dessa proteína tem consumido?

O Ministério da Saúde recomenda a ingestão de 300 a 500 gramas por semana. Segundo especialistas, não é necessário cortar drasticamente o seu consumo. Existem outros alimentos que conseguem suprir a carne vermelha.

O site Science Alert separou, abaixo, algumas opções para você ter uma alimentação saudável e equilibrada, sem reduzir a quantidade de nutrientes diários:

Na hora de escolher a proteína, opte por 25 gramas de frango ou 28 gramas de peixe. Caso escolha alimentos de origem vegetal, as nozes e os legumes se encaixam perfeitamente neste grupo. Essas combinações fornecem cerca de 80% das necessidades de proteína.

Já em relação ao ferro, mineral responsável por transportar oxigênio para o sangue e muito presente na carne vermelha, ele pode ser encontrado em outras fontes como a lentilha marrom e o feijão cozido. Além disso, a fibra alimentar pode auxiliar para uma dieta rica em nutrientes fundamentais. O consumo desse carboidrato não digerível auxilia a reduzir a diabetes tipo 2, câncer de intestino e acidente vascular cerebral.

Consulte sempre seu nutricionista para um cardápio elaborado de acordo com as suas necessidades diárias.

Fonte: Veja Saúde

Toda segunda-feira temos a chance de recomeçar e buscar novas oportunidades para realizar aquela tão desejada mudança. Você sabe como suas atividades diárias podem render mais e serem mais produtivas?

Separamos quatro dicas para te ajudar a colocar isso em prática:

1- Suplementos Naturais: Escolher o que tomar também faz a diferença. Café, chá verde e pó de guaraná podem ser ótimos aliados se você está buscando mais energia, pois eles são responsáveis por acelerar o metabolismo.

2 – Óleos essenciais: A aromaterapia é conhecida por auxiliar no equilíbrio emocional e, quando o cansaço se sobressai, os óleos de hortelã-pimenta e lavanda podem proporcionar mais disposição em seu dia a dia.

3 – Terapia: Entender o que se passa em sua vida é primordial. Geralmente, a resposta para os problemas está na sua frente, mas não está sendo fácil de enxergá-la. Com a terapia, os caminhos parecem ser mais fluídos, abrindo espaços para reflexões e novas ideias.

4 – Alimentação equilibrada: Consumir alimentos leves e saudáveis no dia a dia pode te ajudar a ter mais produtividade e qualidade de vida.

Coloque em prática essas orientações e comece sua semana com mais energia!

Fonte: Revista Vida Saúde

A presença da tecnologia está cada vez mais visível em nosso cotidiano, seja nos computadores, celulares ou televisões. Seu desenvolvimento constante traz benefícios para diversos setores e, na medicina, não é diferente.

Quantas vezes ao sair de uma consulta e olhar a prescrição nos enfrentamos dificuldades para entender o que foi recomendado? A inelegibilidade das receitas médicas é uma das principais queixas de pacientes e farmacêuticos. De acordo com uma empresa de pesquisa britânica voltada à saúde e tecnologia, 68% dos erros relacionados à medicação ocorrem pela incompreensão da grafia na prescrição.

A solução está na palma de nossas mãos. Os receituários vêm passando por um processo de modernização, no qual o papel está sendo substituído pelas telas dos celulares. Os benefícios auxiliam os médicos, ajudando a terem um panorama mais completo sobre os quadros clínicos, além dos pacientes que podem acessar em qualquer lugar a receita médica.

A tecnologia tem promovido cada vez mais melhorias para nossa saúde. É importante ficar de olho, pois ainda muitas novidades deverão surgir para facilitar os tratamentos de pacientes.

Fonte: Saúde

Ao caminhar no parque é possível sentir o vento fresco, ouvir os pássaros cantarem e automaticamente relaxar. Só com esta pequena aproximação à natureza o corpo já dá sinais de tranquilidade. Quando o contato é constante, o efeito tende a ser muito mais positivo. Pensando nisso, um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo instalou um jardim terapêutico no campus da instituição.

A ideia principal foi a de utilizar as frutas, temperos e legumes nas refeições dos alunos, além de proporcionar alimentos livres de fertilizantes. E os resultados foram realmente positivos, entre os benefícios identificados no estudo, está a redução da hipertensão e da ansiedade dos estudantes.

Que tal procurar um espaço para semear o seu próprio jardim? Sua saúde agradece!

Fonte: Saúde

No inverno, o corpo humano gasta mais energia para manter o equilíbrio térmico, por isso, é comum o apetite aumentar. Segundo a nutróloga Paula Vasconcelos, em entrevista para a Revista Womens Health Brasil, o ideal é realizar cinco refeições diárias, sendo elas café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar.

Por isso, é indispensável saber quais são as opções mais adequadas para manter a saciedade. Os chás, por exemplo, são ótimos aliados pois aquecem o corpo, aceleram o metabolismo e podem ser encaixados em qualquer hora do dia. Já as amêndoas e nozes, aumentam a imunidade e cabem muito bem entre uma refeição e outra. Claro que as frutas não poderiam ficar de fora! Rico em vitamina C, o morango combate o envelhecimento precoce do organismo.

Com essa variedade fica fácil escolher quais são os melhores alimentos para consumir neste friozinho.

Fonte: Womens Health Brasil

Positiva Administradora de Benefícios: Copyrights ©2018